Diabetes: o que você sabe sobre está doença?

A prevalência do diabetes – excesso de açúcar no sangue – tem se elevado vertiginosamente, já representando cerca de 14 milhões de pessoas no Brasil tanto do tipo 1 (quando o pâncreas não produz insulina) quanto do tipo 2 (o mais comum, quando as células resistem à ação da insulina). A incidência aumenta não só em adultos, mas também em adolescentes, sendo a principal causa o crescente aumento de peso.

Alguns fatos sobre o diabetes que talvez você desconheça:

EXCESSO DE AÇÚCAR PODE CAUSAR DIABETES?

O açúcar não é o causador direto da diabetes e sim a obesidade resultante da ingestão exagerada de açúcares, o que provoca uma maior resistência à ação de insulina nas células, ou seja, o organismo não se mostra sensível ao hormônio.

QUEM TEM DIABETES PODE CONSUMIR TODOS OS TIPOS DE AÇÚCARES? QUAL SERIA O MELHOR DELES?

Existem diversos tipos de açúcar nas prateleiras dos supermercados, como açúcar mais orgânico, light, mascavo, cristal, de coco, demerara etc. TODOS ESTES IMPACTARÃO NA GLICEMIA.

QUEM SÃO OS INDIVÍDUOS PRÉ-DIABÉTICOS? ELES FICARÃO NECESSARIAMENTE DIABÉTICOS?

Os indivíduos pré-diabéticos têm valores de glicose na faixa de 100/125. Estes indivíduos podem evitar o diabetes se mudarem o estilo de vida e melhorem seus hábitos, incluindo emagrecimento, alimentação saudável, gerenciamento do stress, higiene do sono e atividade física.

JÁ NASCEMOS COM O DIABETES TIPO 1?

O diabetes tipo 1 não é uma doença hereditária e sim uma doença autoimune. Embora a pessoa não nasça com ela, esta doença pode ser desenvolvida durante a infância ou até mesmo na fase adulta. Neste caso, o aparecimento da doença é resultado de uma agressão autoimune do pâncreas que não produzir mais insulina.

QUAL TIPO DE DIABETES TEM MAIORES CHANCES DE COMPLICAÇÕES? DIABETES TIPO 1 OU 2?

O que estiver pior controlado. O tratamento varia na complexidade, mas ambos  necessitm de envolvimento do paciente e familiares. Com o uso correto dos recurso atuais e educação em diabetes, é possível evitar todos os tipos de complicações e o indivíduo diabético pode ter uma vida longa, feliz e produtiva.

 

Bibliografia consultada

  1. Sociedade Brasileira de Diabetes, (https://www.diabetes.org.br/publico/vivendo-com-diabetes/mitos-e-verdades, acessado em 28 de janeiro de 2019)

Texto adaptado da Revista ABC Farma. Edição 239. “ABC do Diabetes”, Arnaldo Ansar.